Atiradores de massacre em escola de Suzano compraram armas no site Mercado Livre

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, os dois jovens atiradores que promoveram um massacre na escola em Suzano conseguiram comprar as armas brancas e alguns outros objetos que foram utilizados no crime, no site Mercado Livre.

A polícia inclusive já teria posse dos recibos das compras pela internet, além de outros materiais que foram apreendidos. Guilherme Taucci Monteiro, 17 anos e Luiz Henrique de Castro, 25 anos, estavam com revólver, arco e flecha, machadinha, carregadores e coquetéis molotov. Os dois planejaram o crime por mais de um ano e quando se depararam com os policiais militares dentro da escola, o mais novo atirou no comparsa e se matou logo em seguida.

No material apreendido pela polícia há diversos alvos que foram utilizados pelos dois assassinos para a prática de tiro ao alvo, além da roupa de um personagem que nas histórias em quadrinho representa a morte.

Uma embalagem que está com etiqueta do Mercado Livre é da compra do arco e flecha que foi utilizado durante o massacre na Escola Estadual Raul Brasil. A polícia ainda está investigando outros 4 comprovante de pagamento relacionados a compras no site Mercado Livre.

Além do arco, os policiais encontraram uma machadinha, machado, recarregadores de revólver calibre 38 e o alvo para treino estava com diversas perfurações. Também foram encontrados 11 celulares, luva, bandana de caveira, entre outros objetos. A polícia irá analisar todos os objetos.

Um dos assassinos já foi enterrado e o tio pediu perdão para todas as famílias da vítima, explicando em seguida que ninguém nunca desconfiou que o sobrinho planejava algo tão terrível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *